C. & J.

“Após termos o nosso filho o casamento começou a sofrer com a falta de tempo só para os dois. As coisas foram escalando e entre cansaço e conformidade estávamos a caminho do ponto sem retorno. Em boa hora decidimos procurar ajuda do/da “Casais no divã” que nos mostrou que quase sempre os choques e discussões são uma questão de perspectiva, e que a maior parte nem faziam sentido. Com o aconselhamento e exercícios certos rapidamente evitámos o que parecia inevitável.”